Frases do mês: Junho

frasesjunho

Como vocês já sabem, aqui no blog, todo início do mês, será publicada uma coletânea das frases destacadas durante a leitura dos livros do mês anterior! Este mês teremos frases dos seguintes livros:

  • Baía da Esperança – Jojo Moyes
  • Como eu era antes de você – Jojo Moyes
  • Proibido – Tabitha Suzuma

Como os livros deste mês são muito emocionantes, as frases são maravilhosas! Aproveitem e boa leitura!

“Estava elétrica, como se cada fibra do seu corpo pulsasse de energia, como se ela fosse uma força da natureza indomável, um gênio libertado de uma lâmpada” – Baía da Esperança

“Observe o mar por tempo suficiente, seus humores e suas exaltações, suas belezas e seus terrores, e você terá todas as histórias de que precisa, de amor e perigo e daquilo que a vida nos traz em suas redes. E do fato de que às vezes não somos nós que estamos no no leme, e não podemos fazer mais do que confiar em que tudo vai dar certo” – Baía da Esperança

“No começo, Mike ria delas por terem tantas fantasias, mas passou a dar de ombros e admitir que ele não sabe de nada, no fim das contas. O que qualquer um de  nós sabe, aliás? Coisas estranhas aconteceram, ainda mais no nosso cantinho do mundo” – Baía da Esperança

“Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente – ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela – obriga a repensar sua idéia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o vem.” – Como eu era antes de você

“É só que o que não se pode compreender a respeito da maternidade, até que se tenha um filho, é que não é um adulto – o deselegante, barbado, fedorento, filho teimoso – que a mãe vê diante de si, com seus recibos de estacionamento, seus sapatos não engraxados e sua complicada vida sentimental. A mãe enxerga todas as pessoas que o filho já foi ao longo da vida reunidas em uma só.” – Como eu era antes de você

“Não pense muito em mim. Não quero que você fique toda sentimental. Apenas viva bem. Apenas viva.” – Como eu era antes de você

“Você pode fechar os olhos para as coisas que não quer ver, mas não pode fechar o coração para as coisas que não quer sentir” – Proibido

“E eu não sou muito melhor. Posso parecer confiante e extrovertida, mas passo a maior parte do tempo rindo de piadas de que não acho a menor graça, dizendo coisas que não penso nem sinto porque, no fundo, é o que todos estamos tentando fazer: nos adaptar, de um jeito ou de outro, fingir desesperadamente que somos todos iguais.” – Proibido

“O dia em que finalmente parei de mentir para mim mesma, parei de fingir que era apenas um tipo de amor que sentia por ele, quando na realidade eram todos os tipos possiveis e imagináveis de amor. O dia em que finalmente nos libertamos das nossas amarras e demos vazão aos sentimentos que havíamos negado por tanto tempo, apenas porque por acaso somos irmão e irmã” – Proibido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *