Resenha do Livro: Agora e para sempre, Lara Jean – Jenny Han, Ed. Intrínseca

Imagem1

Saber a hora de parar. Acredito que isto seja essencial para o escritor, mas entendo a questão comercial, contratos, marketing, etc. E aí infelizmente escritores fantásticos terminam trilogias igualmente maravilhosas com volumes fracos. E eu sinto muito que isto tenha acontecido com Jenny Han.
A própria escritora já falou que não tinha planos de escrever um terceiro livro, mas diante do justificado sucesso dos dois primeiros volumes da série “Para todos os garotos que já amei”, outro foi solicitado. E antes que vocês me matem nos comentários aqui embaixo entendam: o livro não é ruim mas está muito aquém da qualidade dos outros dois.
Li em dois dias e fiquei com a sensação de que não tinha lido história nenhuma, não absorvi nada. O livro tem algumas temáticas interessantes, como a frustração de Lara Jean ao não entrar na faculdade que sempre sonhou, o embate de Margot e a madrasta, a relação de Peter com o pai, o confronto entre Lara J. e a mãe de Peter, a primeira vez do casal protagonista… Todos plots ótimos mas MUITO pouco ou quase não desenvolvidos. Li esperando consequências dos atos, ações e ao final do livro – com exceção do casamento – parecia que os personagens estavam iguais ao início dele. Não houve uma “curva de amadurecimento” – ok, talvez um pouco por parte de Lara Jean – mas infinitamente menor do que nos volumes anteriores.
Amo Jenny Han, li todos os livros dela com exceção da série com Siobhan Vivian (que já está na fila), mas fiquei frustrada com este livro. Talvez por ter me apaixonado pelos outros e me impressionado muito com eles. Na minha opinião, a escritora poderia sim ter parado ao fim do segundo livro e a história teria sido concluída com excelência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *